Ao ser cobrada por Comissão Especial gestão em Iporá melhora na aplicação de recursos contra pandemia

Em entrevista coletiva na manhã desta quinta-feira, 2, a Comissão Especial de Fiscalização dos Recursos Contra a Pandemia apresentou um relatório que mostra que a Administração Municipal de Iporá melhorou na aplicação dos recursos financeiros. A coletiva de impressão foi em sala da Câmara Municipal, aberta pelo presidente da Comissão, vereador Paulo Alves e com presença dos dois outros membros: Carmo Freitas e Suélio Gomes. O vereador Eurides Laurindo também esteve presente.


Ainda há lamentações, mas o relatório cita que agora passou a haver relatórios semanais fornecidos e constatou-se os itens de compra no Hospital Municipal, Unidade de Pronto Atendimento (UPA), assim como nos depósitos de medicamentos e laboratório e ainda identificados o uso de EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) por parte de servidores da saúde.


O relatório afirma que, ao serem ouvidos profissionais de saúde, estes disseram que após o trabalho da Comissão Especial, houve uma melhora significativa no estoque de medicamentos. Os mesmos profissionais reclamaram aos vereadores que a gestão precisa recompensá-los com um incentivo financeiro especial, já que é atividade de risco e alto estresse.


Dentre as lamentações dos vereadores em favor do povo de Iporá em tempo de pandemia e pela boa aplicação dos recursos, eles afirmam que a fiscalização deles poderia ser melhor se fossem dadas condições para esse trabalho, muito prejudicado e difícil porque a chegada de mercadorias, manutenção de estoque e distribuição são feitos manualmente e por isso não se sabe exatamente sobre o assunto, a nível de uso por parte do povo de Iporá.


Foi citado o exemplo de um gasto de 90 mil reais com máscaras faciais, na aquisição de 23 mil exemplares, mas não é possível identificar exatamente a forma de distribuição. Ainda sobre máscara, os vereadores foram informados a respeito de exemplares de péssima qualidade.


O que os vereadores estão fiscalizando é uma verba de seis milhões de reais, dos quais a metade já veio e a outra metade está por vir. “O trabalho da Comissão Especial terá continuidade para garantir a boa aplicação dos recursos financeiros de combate a pandemia”, afirmou Paulo Alves, presidente.

Fonte: Oeste Goiano

Data de publicação: 02/07/2020

Compartilhe!