.

A bandeira de Iporá-Go foi desenhada pelo ex-secretário de obras do município, Sr. Paulo Leão, no primeiro mandato do prefeito José Antônio da Silva Sobrinho.

O secretário baseado em Lei de 17 de novembro de 1969 traçou uma listra azul, vertical e duas horizontalmente em um polígono retangular amarelo. O amarelo representam o garimpo de ouro explorado em outros tempo na cidade, as listras representam três rios, a vertical o rio Araguaia e as horizontais os rios Claro e Caiapó; bacia hidrográfica onde está situada a cidade.

Os ramos de louro na cor verde, representam os primeiros desbravadores que vieram para esta região. O diamante beneficiado no centro da imagem reperesenta a primeira economia e que deu origem ao município, o garimpo.

Ainda no círculo branco estão desenhados a cabeça de um bovino e cereais nas cores verde e dourado que representam as produções agrícola e pecuária, duas atividades econômicas que deram suporte ao garimpo, e, posteriormente, com sua decadência, substituíram-na.

No interior do círculo há também uma inscrição com a data 31 de dezembro de 1943 que corresponde à data do decreto lei 8305, que mudou o nome de Itajubá (como era conhecida a cidade) para Iporá-GO que na língua Tupi-guarany quer dizer águas claras.

A data em questão (31/12/1943) não pode ser confundida com a data da emancipação política de Iporá–GO, que aconteceu somente em 19 de novembro de 1948 e que também está presente no selo do município utilizado nos documentos oficiais da prefeitura.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Data de publicação: 31/05/2021

Compartilhe!