.

Durante o isolamento social, em meio à pandemia da Covid-19, a violência doméstica contra as mulheres aumentou consideravelmente. Muitas vítimas estão com dificuldades de denunciar o agressor ou de buscar ajuda, porque estão o tempo todo em sua companhia.

A campanha Sinal Vermelho contra a Violência Doméstica coloca as farmácias como agentes na comunicação contra esses crimes. Basta mostrar um X vermelho na palma da mão para que o atendente ou o farmacêutico entenda tratar-se de uma denúncia e, em seguida, acionar a polícia e encaminhar o acolhimento da vítima. Atendentes e farmacêuticos seguirão protocolos preestabelecidos para lidar com a situação e não necessariamente serão chamados a testemunhar nos casos.

A ação é mais um instrumento para mulheres que têm dificuldade para levar ao conhecimento da autoridade competente os atos de violência, seja por vergonha, seja por medo, seja ainda por vigilância do agressor.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Data de publicação: 08/07/2021

Compartilhe!